Pré-Aprovação

Para obter uma pré-aprovação tem que submeter a sua documentação para análise. Serão verificadas as suas condições financeiras, situação profissional e a sua capacidade de endividamento.

O máximo de financiamento bancário é de 90% do valor do imóvel, sendo necessário que tenha no mínimo 10% de capitais próprios do valor da aquisição, para dar como entrada.

Os documentos necessários nesta fase são:

Para Novo Crédito

  1. Cartão de cidadão dos intervenientes
  2. Última declaração IRS e nota de Liquidação
  3. 3 últimos recibos de vencimento (6 últimos recibos verdes no caso de trabalhador independente)
  4. Extratos bancários dos últimos 3 meses
  5. Declaração Entidade Patronal com indicação de situação profissional (declaração de início de atividade, no caso de trabalhador independente)
  6. Mapa de responsabilidade de crédito emitido pelo banco de Portugal

Para transferência de Crédito:

  1. Cartão de cidadão dos Intervenientes
  2. Última declaração IRS e nota de Liquidação
  3. 3 últimos recibos de vencimento (6 últimos recibos verdes no caso de trabalhador independente)
  4. Extratos bancários dos últimos 3 meses
  5. Declaração Entidade Patronal com indicação de situação profissional (declaração de início de atividade, no caso de trabalhador independente)
  6. Mapa de responsabilidade de crédito emitido pelo banco de Portugal
  7. Último documento mensal recebido em relação ao crédito atual
  8. Cópia da escritura de compra e venda com mútuo de Hipoteca de Instituição Bancária e documento complementar

Nesta fase poderão ser solicitados documentos ou esclarecimentos adicionais.
No prazo máximo de 72 horas, receberá o nosso quadro resumo com as diferentes propostas apresentadas pelas diversas instituições bancárias.
O próximo passo será decidir, de forma informada, sobre a proposta que melhor se adequa às suas necessidades.
Após a comunicação por escrito da sua decisão o processo avança para a aprovação financeira junto da entidade que escolheu.